Cálculo Exato

Os ícones do Rock que morreram aos 27 anos de idade

Saiba quem são as estrelas que devido ao abuso de álcool e drogas também morreram no auge da fama.

A jovem cantora Amy Winehouse entrou para o chamado “Clube dos 27” – a triste lista dos ícones do mundo do rock que deixaram milhões de fãs órfãos por todo mundo, aos 27 anos. Entre os fatores em comum entre essas grandes estrelas da música – como Jimi hendrix, Janis Joplin, Jim Morrison, Kurt Cobain e Brian Jones – são os constantes abusos de drogas e álcool, que os levou a morte por overdose ou depressão, e a fama internacional ainda muito jovens; sem falar no talento inquestionável e a herança artística deixada para a história da música pop.

Conheça um pouco mais sobre os integrantes do “Clube dos 27”:

Amy Winehouse
Amy foi uma cantora e compositora de soul, jazz e R&B do Reino Unido. Seu primeiro álbum, “Frank”, lançado em 2003 pela Island Records, foi muito bem recebido, comercial e criticamente, e o segundo, de 2006, “Back to Black”, deu a ela seis indicações ao Grammy Awards, das quais venceu cinco.

A cantora esteve no Brasil em janeiro deste ano para uma série de shows em Florianópolis, Rio de Janeiro, São Paulo e Recife, e ficou muito conhecida por seus escândalos públicos e pelo uso de drogas. Os problemas de Amy com o abuso de cocaína, álcool e cigarros vinham sendo noticiados pelos meios de comunicação ao redor do mundo desde 2008. Winehouse foi encontrada morta em seu apartamento dia 23 de julho, às 16h.

 

Janis Joplin
Considerada “a Rainha do Rock and Roll”, “a maior cantora de rock dos anos 60” e “a maior cantora de blues e soul da sua geração”. A cantora norte-americana fez de sua voz a sua característica mais marcante, tornando-se um dos ícones do rock psicodélico e dos anos 60.

Todavia, problemas com drogas e álcool encurtaram sua carreira. Morta em 1970 devido à uma overdose de heroína, Janis lançou apenas quatro álbuns:

 

 

 

Jim Morrison
Um dos grandes poetas do rock e totalmente imprevisível: era capaz de fazer shows maravilhosos ou horríveis, conforme o seu humor.

Era considerado o grande símbolo sexual do rock, nos anos 60, mas Jim se afundava nas drogas, sendo o álcool seu grande fraco. Vítima de overdose acidental, morreu em Paris aos 27 anos.

 

 

 

 

Jimi Hendrix
Hendrix foi um guitarrista, cantor e compositor norte-americano. Frequentemente é citado por críticos e outros músicos como o maior guitarrista da história do rock, e um dos mais importantes e influentes músicos de sua era, em diversos gêneros musicais.

Depois de obter sucesso inicial na Europa, conquistou fama nos Estados Unidos depois de sua performance em 1967 no Festival Pop de Monterey. Hendrix foi a principal atração, dois anos mais tarde, do icônico Festival de Woodstock e do Festival da Ilha de Wight, em 1970.

Morreu aos 27 sufocado no próprio vômito, após uma mistura de comprimidos e bebidas alcoólicas.

 

 

Kurt Cobain
O vocalista do grupo americano Nirvana foi o maior mito do rock nos anos 90. Lançou os brilhantes “Nevermind” (1991) e “In Utero” (1993). Fez shows cheios de altos e baixos no Brasil em janeiro de 1993, e até gravou em um estúdio carioca. Em 5 de abril de 1994, ele cometeu suícidio. Durante os últimos anos de sua vida, Cobain lutou contra o vício em heroína, doenças, depressão, fama e imagem pública, bem como as pressões ao longo da vida profissional e pessoal em torno a si mesmo e de sua esposa, a cantora Courtney Love. Em 8 de abril de 1994, Cobain foi encontrado morto em sua casa em Seattle, vítima do que foi oficialmente considerado um suicídio por um tiro de espingarda na cabeça.

 

 

Brian Jones
Brian era conhecido pela sua versatilidade musical, tocando vários instrumentos diferentes, ainda que tenha se notabilizado como guitarrista da banda que criou e deu o nome: The Rolling Stones.
O músico costumava usar roupas extravagantes, além de um estilo de vida baseado no “sexo, drogas e rock´n´roll”.
Acabou mergulhando nas drogas e sendo mandado embora do próprio grupo por Mick Jagger. Foi encontrado morto em sua piscina, afogado, apenas um dia depois de ser demitido. Jones foi o primeiro roqueiro famoso a morrer com 27 anos.

 

 

Com informações do R7

No Comments

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *