Cálculo Exato

O que é Politica Internacional e o que podemos aprender com nossos vizinhos

Ola senhoras e senhores, amigos do BN, hoje venho até a cá para falar de assuntos um pouquinho mais sérios, mas de uma importância imensa para muitos, creio eu na minha incerteza.

Enfim, falarei de politica internacional, de geopolítica mesmo.
-Mas e afinal, o que é politica internacional e geopolítica seu Tassio?

Ora essas, poderia colocar aqui a descrição da Wikipedia que muito me ajudaria, mas vou ficar com uma explicação minha mesmo.

Indignado-Emilio-Morenatti-AP/Estadão

Politica internacional, são aquelas decisões politicas feitas em outros países, mas que muito nos afetam por diversos motivos.

Por exemplo, caso a politica econômica de juros baixissimos do governo Obama falhe, nós, aqui do Brasil, que temos altissimas reservas em Dolar, pagaremos uma pato tremendo com a quebra do governo americano — o dolar pode valer pouca coisa…

E geopolitica? Ora essas, é politica internacional, mais cultura, mais geografia, mais sociedade, mais um tudo que envolve uma nação estrangeira ou nao — sim porque nós, aqui no Brasil, também podemos ser avaliados globalmente.

E por que tudo isso nos interessa? porque como explicado no Politica internacional, as decisões de nossos vizinhos podem nos afetar de alguma forma. E por quê? Oras, porque estamos num mundo globalizado, onde eu posso — ou podia! — assistir filmes feitos nos confins da terra, via online.E por acaso, a decisao de um governo, que não é o nosso, nos afetou — sim amigos, estou falando da Sopa.

Pois bem, estes sao os pormenores da situação.
Espero ter me saído quase tao bem quanto a wikipedia.

Enfim, mas o que aprendemos vendo a geopolitica externa? de outro páis? Ora minha grande amiga leitora, e meu querido amigo leitor, além de aprendermos uma cultura que não a nossa, nós conseguimos desviar o nosso olhar de nossa situação enfadonha.

Vou ser mais claro. A politica brasileira é a mesma. Há anos.
Os motivos sao variados, desde o fato da nossa democracia ser muito nova ainda — a norte-americana por exemplo é anterior a revolução francesa! — até alguns setores da ditadura terem permanecido no governo. Ou com algum/muito poder politico.

Entao, o que vemos? Caixas-dois, fraudes, politicos que se safam pelo fato do nosso judiciário estar falido de leis antiquadas e não-funcionais, nossos deputados votando no seu proprio aumento de salario — por acaso, os vereadores ingleses, so ganham salario de custo! nao ganham salarios por serem vereadores. O mesmo se diz dos deputados suecos.

Só por ai, desses dois fatos, agente já começa a entender as coisas. Outra noticia interessante, é que a saúde cubana hoje, é uma das melhores do mundo, mesmo Cuba sendo uma especie de redoma politica. E a saude do Canadá, é considerada por muitos a melhor! — alguns acham que Cuba tem a melhor, eu me abstenho de opinião, porque nao fui ver as duas. De certo só que ambas sao ootimas!

Mas eai, sei que Cuba e Canadá, sei que os Suecos e os Ingleses, mas idai? Ora, acabei de dizer que nossa democracia é nova, nós ainda temos o que aprender. Por que nao aprendemos com os melhores?
ou Com os erros dos nosso vizinhos?

Por exemplo, até hoje na Inglaterra, temos a Rainha, e posso dizer a mesma coisa da Suecia — cuja rainha, vossa majestade Silvia, pode-se dizer que é ‘brasileira’ — e ambos os reinados encarecem as contas do governo. Mas será que esse encarecimento é tão ruim quanto o nosso desvio de dinheiro? Ou quanto a nossa pessima maquina publica, que apesar de deter mais de 60% da economia com impostos e juros?

Por ai vai. Essas são as noticias ‘boazinhas’, vamos dizer assim.
Não vou entrar em mil e um detalhes, até pelo motivo de geopolitica ser uma coisa global, ora essas. Falaria até nao acabar mais!

Maaas, já que estou aqui, vou falar de dois assuntos que andam me preocupando bastante.

Fonte:http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2012/02/120225_siria_rc.shtml

Primeiro é a questão da Siria. As informações todas são desencontradas, e creio eu que algumas pouco fiaveis. De certo que temos outro ditador, que anda cometendo atos deploráveis no seu país, e nem a ONU nem a OTAN, reagem. E porque? Ora essas, nao é preciso ser um genio pra dizer que é porque, na Siria, as reservas de petroleo nao sao tao vastas quanto sao na Libia.

E quem paga o caro problema, são os nossos amigos Sirios, que lutam contra um governo horrendo. Vou deixar aqui uma noticia pra ilustrar o que está havendo por lá:

Dezenas morrem em confronto na Siria

Sinceramente, creio que o saldo deva chegar a milhares depois de tantos meses. O fato é que estão havendo varias revoluções no oriente medio contra os ditadores, que antes eram defendidos pelos participantes da ONU. Sim amigos, Kadaffi que foi morto pelas pessoas desesperadas da Libia — nem tenho o que dizer sobre — era defendido, senao me engano, pela propria França, cuja enviou seus belos caças Rafale para atacar o governo…

Outra noticia que quero falar aqui — e que não é sobre a possivel guerra nuclear entre Irã e Israel, até porque peço a Deus que nao ocorra — é sobre os problemas na Europa. Sim amigos, a Europa faliu. Os indices de desemprego sao alarmantes. E posso apostar que os estados mais poderosos — Alemanha e França — tem algum envolvimento com isso.

Reuters/Fonte:http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2011/11/111119_espanha_vota_rc.shtml

Vou deixar aqui a noticia sobre a Espanha, cujas pessoas sairam nas ruas para lutarem pelos seus direitos, durante muito tempo, e agora parece que teremos algum desfecho:

“Espanha vai às urnas para eleger novo governo em meio à crise

Essa é uma noticia que nós devemos olhar, para aprendermos o que significa democracia. Se os deputados sobem seus salarios, ou se algum dinheiro foi cortado da Saude e Educação, nós nao deveríamos sair em ruas também?

Bom amigos, aqui me despeço. Coloquei esses fatos aqui, por saber que muitos não chegam a voces, porque as grandes midias os escondem por algum motivo. Por saber, que as decisões dos nosso vizinhos podem nos afetar de algum jeito, e também que nós devemos Aprender com os nossos irmãos, ou orar por eles, com no caso dos sirios.

Eai, geopolitica [politica internacional] é ou não é mais interessante que a nossa velha corrupção e salva-guarda do judiciário cheio de problemas?

3 Comments

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *