Cálculo Exato

Cissa Guimarães reage com revolta à decisão sobre atropelador de seu filho

Cissa Guimarães reagiu com indignação no Twitter ao saber de decisão sobre atropelador do seu filho, Rafael Mascarenhas, morto em 20 de julho de 2010 .

A atriz Cissa Guimarães reagiu com revolta à decisão da Justiça de que o acusado pelo atropelamento e morte do seu filho, Rafael Mascarenhas, não irá mais a júri popular. Segundo decisão do juiz Jorge Luiz Le Cocq, da 2ª Vara Criminal, Rafael de Souza Bussamra teve alterada a acusação de homicídio doloso (quando há intenção de matar) para homicidio culposo de trânsito (quando não há intenção), crime previsto no Código Brasileiro de Trânsito.

“INDIGNADA, INDIGNADA, INDIGNADA, INDIGNADA, DOíDA, DOíDA, DOÍDA…..”, escreveu a atriz no Twitter, após postar um link com a reportagem do G1 sobre a decisão, divulgada na sexta (20), data em que a morte de seu filho completava exatamente dois anos. Rafael Mascarenhas foi atropelado no dia 20 de julho de 2010, no Túnel Acústico, na Gávea, Zona Sul do Rio de Janeiro. “MAS A LUZ DO NOSSO ANJO RAFAEL JUIZ NENHUM VAI TIRAR, NUNCAAAAAA!!!”, completou no Twitter.

Cissa Guimarães reagiu com indignação no Twitter ao saber de decisão sobre atropelador do seu filho. (Foto: Reprodução de internet)

Como homicídio doloso é julgado em tribunal de júri, outros acusados do caso — que não participaram diretamente do atropelamento — também seriam julgados no mesmo processo. Mas a nova decisão levou o caso para uma vara criminal comum e ainda extinguiu a punibilidade (possibilidade de punição) de dois acusados.

G1

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *