Redução de IPI para setor automobilístico

IPI Reduzido para carrosO governo federal anuncio na ultima segunda-feira (21) um pacote de medidas para para estimular à economia brasileira, voltadas ao setor automotivo e à indústria de bens de capital, segmentos diretamente afetados pelo agravamento da crise internacional.

As medidas incluem a redução das alíquotas do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) incidentes sobre o crédito para pessoa física; das alíquotas do Imposto sobre Produto Industrializados (IPI) na venda de veículos e a redução das taxas de juros do Programa de Sustentação de Investimento (PSI). As medidas contribuirão para melhorar a oferta de crédito na economia brasileira, permitirão que o setor de veículos retome o bom desempenho verificado nos últimos anos e estimularão os investimentos do setor produtivo.

O objetivo é reduzir o preço dos veículos ao consumidor. É mais uma medida para garantir a continuação do crescimento econômico num momento de crise internacional”, declarou o ministro da Fazenda, Guido Mantega.

A redução do IPI vai valer por três meses, ou seja, até 31 de agosto. A medida determina que todos os carros nacionais de mil cilindradas vão ficar isentos do imposto. Já os veículos acima de mil e até duas mil cilindradas, para modelos álcool ou flex, vão ter uma redução de 11% para 5,5%. Os movidos a gasolina terão redução de 13% para 6,5%.

Um automóvel  até 1.000 cilindradas, terá uma redução de preço de quase 10%.

Os bancos terão mais recursos para financiar a compra de carros: R$ 18 bilhões que até agora tinham que ficar retidos no Banco Central. Em contrapartida, terão que diminuir o valor de entrada dos financiamentos e aumentar o número de prestações.

A renúncia fiscal estimada para o período é de R$ 1,2 bilhão. O ministro relatou, ainda, o acordo firmado com o setor bancário público e privado, que prometeu aumentar o volume de crédito e o número de parcelas e reduzir o percentual de entrada e a taxa de juros.

Em contrapartida, o setor automotivo se comprometeu a anunciar imediatamente descontos especiais nos preços dos veículos sobre as tabelas em vigor e preservar os empregos dos trabalhadores.

O ministro explicou que as medidas tomadas no setor automobilístico fazem parte do conjunto de iniciativas tomadas pelo governo em 2012, como a desoneração da folha de vários setores e ações sobre o câmbio. “O setor automobilístico é muito importante para a economia brasileira. Ele representa mais de 20% do PIB industrial e é um dos setores que faz mais investimentos no país“.

O Brasil, segundo ele, se tornou o 3º maior mercado automobilístico do mundo, ficando atrás apenas da China e dos EUA.

ATENÇÃO: O IPI reduzido vale também para os carros que já estavam nas concessionarias!

Fonte: Ministério da Fazenda

Leave a Reply