Cálculo Exato

Governo Brasileiro quer lançar foguete Tóxico em 2014

Olá pessoal do meu querido blogando noticias, desculpa meu desaparecimento repentino, mas estou aqui mais uma vez para trazer uma opinião sobre um assunto que realmente anda me preocupando bastante, e não tenho dúvida de que diz respeito a todos que fazem parte deste paisão de meu Deus.

Como se trata de uma opinião minha, falo de mim, oras, rs. Sou um aficionado pela nossa história espacial. Há anos atrás, passava horas pesquisando sobre as primeiras capsulas russas que levaram o homem ao espaço [Vostok, Voskhod], os primeiros foguetes, as sondas, as capsulas americanas desde as Freedom até as Apolo, enfim, conheço bastante da história humana no espaço.

Réplica do foguete brasileiro, VLS.

Para completar sou um fã do gênio ucraniano Sergei Korolev, o grande homem por trás das audácias espaciais russas. Inventor da capsula Soyuz, cuja até hoje leva nossos astronautas e cosmonautas para a Estação Espacial Internacional…aiai.

Brasil e o espaço

Enfim, apesar de pesquisar a história espacial, nunca me preocupei em querer saber sobre as façanhas brasileiras. Nunca soube que tínhamos um foguete [aka:lançador] ou mesmo centros e cientistas. Fiquei “besta” quando vi o Marcos Pontes na estação espacial — aí sim comecei a ver o que nós fazíamos.

projetos de foguetes brasileiros [VLM,VLS-1 eVLS-Alfa]
Descobri que temos uma Agência Espacial Brasileira [só burocrática mesmo], centros chave na américa latina no que diz respeito à satélites espaciais [como INPE/ITA/DCTA] que sofrem de constantes atrasos de verbas.

Tudo isso é chamado de PEB [Programa Espacial Brasileiro] que foi posto em prática há anos, mas que infelizmente sofre com falta de verbas devido a não preocupação do governo e também da população [gente, tecnologia espacial torna muitos produtos possíveis e mais baratos, como celulares via satélite, banda larga, meteorologia,  independência…].

ps: Por causa da venda da Embraer perdemos todos os nossos satélites nacionais, hoje, “compramos horas/internet e fotos” de satélites estrangeiros…mesmo com o CBERS3.

SHEFEX II, foguete brasileiro aí gente!

Hoje temos em funcionamento alguns foguetes muito bons, mas de pequeno porte — por acaso nosso lançador [vs-40m] levou um projeto europeu de grande importância espacial, em parceria com o DLR [nossos parceiros alemães de longa data.] chamado SHEFEX II.

Isso mesmo, foguete genuinamente brazuca em terras européias, participando de experimento exitoso. Maas, nem tudo são flores. Aliás flores são raras no peb. Como dito acima, nosso PEB nunca foi levado à serio pelo governo e povo.

Nos anos 2000 lançamos um VLS [veículo lançador de satélite] de pequeno-médio porte, mas que por erros técnicos não teve boa sorte. Soma-se a isso que alguns anos depois, na torre lançamento, o mesmo modelo do VLS explodiu matando nossos cientistas. — esse caso ainda não foi “devidamente solucionado” e as famílias ainda sofrem com isso/ não lembro se já foram indenizadas.

Nossas verbas foram para outro país?!

E aqui o problema. No meio dos anos 2000 [acho que em 2004-06] fizemos um acordo com os ucranianos para lançarmos um foguete deles aqui no Brasil. Finalmente teríamos um lançador de satélites bom, e eu achava que íamos resolver nosso problema. — isso mostra que eu não sabia/sei nada do Peb.

O desastre ambiental, Cyclone-4

O acordo foi tão desastroso [ACS] para lançarmos o Cyclone 4, que nosso  dinheiro público, meu e seu, ia pra lá, mas eles não terminavam o foguete. E o dinheiro que eles iam investir, não saía nunca . Foi preciso muiiita pressão politica para eles cumprirem parte do acordo.

Eu devia dar pulos de alegria né? Não. Toda essa verba mandada atrasou nossos cientistas aqui. Temos diversos projetos — satélites, veículos suborbitais, foguetes melhores — toda a verba que viria pra cá, atrairia empregos e que formaria melhor nosso pessoal foi “desviada” pra lá.

Um de nossos projetos, SARA suborbital

Temos MUITOS bons projetos no papel e quase terminados [SARA, VLM, VLS, L75…] mas toda a verba foi mandada para os ucranianos sem que nós avançássemos nenhum passo. Toda a verba que foi cortada esse ano dos nossos pesquisadores muito se deve ao governo que está ai, da presidentA Dilma — infelizmente.

O “foguete” ucraniano poluente

Para piorar, o foguete ucraniano assim que lançado, ou seja, mesmo que ele vá para o espaço com sucesso, já contamina todo o meio-ambiente [ar, plantas e animais]. Seu combustível é muito antiquado e diversos países do mundo não usam mais a “Hidrazina” nos primeiros estágios do foguete.

Pagamos caro por algo que vai poluir o meio-ambiente, sendo que aqui mesmo, nós poderíamos fazer melhor e com tecnologia verde. Um completo desperdício.

Faço esse texto para avisar a galera, para todos nós brasileiros. Temos um abaixo assassinado que foi publicado por um dos melhores sites sobre nosso PEB aqui no Brasil, o Brazilian Space, e peço sinceramente que assinem, para que esse foguete não seja lançado aqui no Brasil. Nem quero imaginar uma possível Chuva Ácida nas nossas matas.

Abaixo assinado On-line

Então, é isso. A petição tem informações melhores. Assinem AQUI gente, vamos impedir esse desastre ecológico e fazer com que esse dinheiro fique aqui, nas nossas terras, com nossa gente, no Brasil. Aqui vamos fazer melhor, eu confio nas mulheres e homens que lutam pelo nosso país.

Abraços a todos!

Fonte e links: Brazilian Space

4 Comments

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *