As 7 publicações impressas mais antigas do Brasil

Em pleno século 21, muita gente já trocou as páginas de papel pelas versões digitais. Mas o papel continua dominando. Conheça algumas das publicações impressas mais antigas do Brasil.

1. Relação da Entrada que fez o Excelentíssimo, e Reverendíssimo Senhor D. Fr. Antonio do Desterro Malheyro, Bispo do Rio de Janeiro, em o primeiro dia deste presente Anno de 1747, havendo sido seis Annos Bispo do Reyno de Angola, donde por nomiação de sua Magestade, e Bulla Pontificia, foy promovido para esta Diocesi – 1749

Livro mais antigo do Brasil

A frase enorme acima é o nome do título do que seria o primeiro livro publicado no Brasil. Apesar de a imprensa ter começado oficialmente no país em 1808, essa obra foi publicada algumas décadas antes e relata a chegada do novo bispo do Rio de Janeiro. Segundo a Biblioteca Nacional, o livro foi publicado em 1749. Mas há quem diga que ele tenha sido impresso dois anos antes.

2. Correio Braziliense – 1808

Correio Braziliense

O primeiro jornal brasileiro surgiu em Londres. Isso mesmo, não foi no Brasil. Hipólito José da Costa foi o responsável por criar o periódico brasileiro na capital inglesa em 1° de junho de 1808. Até 1822 ele circulou mensalmente com a edição e a impressão sempre acontecendo na Grã-Bretanha. O Correio chegava ao Brasil através de navios ingleses.

3. Gazeta do Rio de Janeiro – 1808

Gazeta do Rio de Janeiro

Já o primeiro jornal impresso no Brasil nasceu em 10 de setembro de 1808 com a criação da Impressão Régia, que era a editora do governo criada por Dom João VI. Uma das funções do periódico era divulgar atos governamentais.

4. As Variedades ou Ensaios de Literatura – 1812

As Variedades ou Ensaios de Literatura

Em 1812 era fundada na Bahia a primeira revista do Brasil. Ela mesclava alguns dos assuntos que encontramos nas semanais de notícias: política, artes, literatura e ciências. A publicação durou apenas dois números.

5. Jornal do Commercio (Rio de Janeiro) – 1827

Jornal do Commercio (Rio de Janeiro)

Quase dois anos mais novo que o Diario de Pernambuco, o Jornal do Commercio é o periódico mais antigo da América Latina que nunca interrompeu a circulação. O jornal surgiu em 1° de outubro de 1827 e atualmente faz parte do mesmo grupo de mídia do colega mais velho.

6.  Revista do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro – 1839

Revista do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro

A revista mais antiga que circula em terras brasileiras nasceu em 1839. É uma publicação do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro, que estimula estudos de arqueologia, sociologia, história, geografia e outras ciências sociais sobre o Brasil.

7. Diário de Pernambuco – 1925


Fundado em 7 de novembro de 1925, o jornal pernambucano é o mais antigo em circulação na América Latina. Em 1931, ele passou a integrar o grupo de mídia Diários Associados, criado pelo jornalista e empresário Assis Chateaubriand.

 

 

 

Leave a Reply