Tragédia no Rio: já são mais de 670 mortos

Mais corpos foram encontrados em Nova Friburgo e Teresópolis, na Região Serrana do Rio, fazendo subir para 676 o número de vítimas dos deslizamentos de terra e enxurradas provocados pela forte chuva no Estado. A informação foi divulgada na manhã desta terça-feira, 18, pela Polícia Civil fluminense.
O município com maior número de mortos é Nova Friburgo. Até o momento, 319 morreram na cidade. Em Teresópolis, 277 morreram e, em Petrópolis, foram 56 vítimas. Em Sumidouro foram 19 mortes; outras quatro em São José do Vale do Rio Preto e uma em Bom Jardim.
Equipes do Corpo de Bombeiros e da polícia continuam o trabalho de resgate de corpos e socorro as pessoas ilhadas nas cidades da Região Serrana. O número de desalojados e desabrigados na região passa de 13 mil.
O ministro da Defesa, Nelson Jobim, viaja nesta manhã para o Rio de Janeiro, com o ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra. Os dois e mais o governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, e o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, seguirão de helicóptero, para a Região Serrana, para visitar as áreas afetadas pelas chuvas, segundo o Ministério da Defesa.

Leave a Reply

Ao continuar navegando neste website você está aceitando a nossa Política de Privacidade, que explica como seus dados podem ser usados para melhorar sua experiência e como serão protegidos Leia mais .