Cálculo Exato

Terror no Rio: Ataques violentos com mortes e incêndios transformam a cidade num campo de guerra

Uma onda de ataques violentos tomou conta do Rio de Janeiro nesta semana. A sensação de insegurança cresce entre a população desde o início da tarde do último domingo (21), quando homens armados com fuzis atearam fogo em dois carros na Linha Vermelha, sentido Centro, na altura da rodovia Washington Luís.
Até esta quarta-feira, dezenas de ônibus e carros foram queimadas e cabines policiais foram alvos de tiros, o que provocou transtornos no tráfego da cidade e interrupção de aulas em diversas escolas cariocas. Os ataques e arrastões, que se espalharam por cidades da Baixada Fluminense e atingiram também Niterói, seriam uma retaliação dos bandidos à criação das UPPs (Unidade de Polícia Pacificadora), que levaram o policiamento a várias comunidades cariocas antes dominadas pelo tráfico de drogas.
Desde segunda-feira (22), já foram registrados 43 incêndios em carros, vans, ônibus e caminhões.
O balanço mais recente da Polícia Militar, divulgado por volta de 22h30 desta quarta, informava que 23 pessoas morreram nas ações violentas no Rio em três dias (segunda, terça e quarta). 
Policiais militares do Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE) apresentaram, no fim da noite de quarta-feira (24), cerca de 1 tonelada de maconha e 7 fuzis que foram apreendidos no Morro da Chatuba, no subúrbio do Rio. Segundo a Polícia Militar, a droga foi encontrada dentro de uma casa durante uma operação na comunidade. Ninguém foi preso.

O objetivo das ações era buscar suspeitos envolvidos nos ataques que ocorrem desde domingo (21). Por causa das operações da PM em diversas favelas do Rio e da Baixada Fluminense, cerca de 18 escolas estaduais foram fechadas na quarta-feira (24).

Na madrugada desta quinta-feira (25), dois carros foram incendiados por criminosos em dois pontos diferentes do Rio de Janeiro. As informações foram confirmadas pela Polícia Militar. Segundo o 2º BPM (Botafogo), um dos automóveis foi encontrado em chamas na Rua Jornalista Orlando Dantas, em Laranjeiras, na Zona Sul. Ninguém ficou ferido.
Mas infelizmente a onda de ataques continua no Rio de Janeiro a população está assustada, às ruas tomadas por policias. Vamos aguardar e torcer para que esta situação se resolva o mais breve possível e que a “Paz” volte à cidade.
Com informações do R7 e G1

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *