Cálculo Exato

Gramática de um jeito que você nunca viu!

Cansado de aprender o bom e velho português naquela forma normativa, decorando regras e exceções de um jeito nenhum pouco criativo?

Não se preocupe, pois a partir de agora, você poderá acompanhar a série “Gramaticando” aqui, no Blogando Notícias, todas as quartas-feiras.

Aprenda gramática de um jeito descontraído e mais espontâneo, de um jeito que você nunca viu!





“Agora, vejamos outro exemplo:

Torôncio será arremessado no mar daqui a meia hora


Usando linguagem informal e espontânea, além dos exemplos nenhum pouco convencionais, o Gramaticando se aproxima ainda mais do leitor e da linguagem do dia-a-dia, sem perder o foco na gramática. Com toda a certeza do mundo, você não encontrará uma gramática que tem a filosofia do Gramaticando.


Basta saber da clássica Regra da Correspondência, tão velha que foi tombada como patrimônio histórico:

MAU é o contrário do BOM
MAL é o contrário de BEM

imagem adaptada da Desciclopedia

Além disso, o Gramaticando conta com um canal no you tube e pretende ampliar o número de vídeos postados lá.


1.1) Usa-se “este”, “esta” ou “isto” para se referir a um objeto próximo ao falante (a criatura, o indivíduo ou “indivídua” que abre a boca e fala).


Gertrudo, um típico cachorro manso e ingênuo,
pegandouma bolinha.


Este cachorro, que eu estou segurando, é o Gertrudo. Ele é bem manso.












Usando ironia e exemplos atípicos, o Gramaticando consegue ser didático e espontâneo.

Vamos ao exemplo:

Jurandiro resolveu fazer a cessão de sua casa a Frigomildo.

A casa de Jurandiro, criação dos
serviços arquitetônicos da “BREGA-BREGA” LTDA




Francisclildo chegou atrasado à sessão de cinema porque seu carro enguiçou.
 

Francisclildo e seu carro fabricado pelas
Carrocerias e Motores BREGA-BREGA LTDA

O Gramaticando se preocupa mais com a natureza ortográfica, que segue nosso cotidiano ao invés de seguir cegamente a gramática normativa. O cara que inventou o Gramaticando é compreensivo: ele já foi jovem, já fez Ensino Fundamental e Médio, já fez concursos públicos e sabe exatamente o que é ter que estudar de véspera, o que é ter que decorar os verbos problemáticos da Regência Verbal e ter uma professora centenária para dar aula.

Para o presente (fato que está acontecendo nesse momento), nós usaremos HÁ. E deu! Nada mais. Só se usa HÁ!

Vai que cabe mais um!

Exemplos:

HÁ vinte gordos dentro do Fusca 68.








Para o pretérito perfeito (fato que começou no passado e acabou no passado), usaremos HOUVE. E deu! Não interessa se vem plural depois ou não! NÃO EXISTE “HOUVERAM”.

Valdiroju passeando com o totó num “lindo” dia

Exemplos:
Houve chuvas terríveis em Pato Branco e Tangamandápio.



(OBS: Tangamandápio existe!! O Jaiminho nasceu lá!!)






O Gramaticando é uma parceria entre o Blogando Notícias e o VinicBlog e você, caro leitor, pode acompanhar essa série aqui, no Blogando Notícias, todas as quartas-feiras. Para outras postagens, você pode visitar o blog do gramaticando.


Você pode visitar também o canal no You Tube, onde o Gramaticando hospeda seus vídeos junto com o Vinicblog.



Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *