Cálculo Exato

Quando usar, "senão" ou "se não"

 

Olá,

Quando usar “senão” e “se não”? O pequeno detalhe de escrever junto ou separado enrola muita gente, então hoje vamos ver a diferença entre o uso de cada termo.

Se tiver dúvidas, basta fazer seu comentário, aqui no Blogando Notícias.

 

 

Se não = “caso não”, “quando não”
Senão = “caso contrário”, “a não ser”, “porém”, “do contrário”

Vejamos alguns exemplos:


Se não usar o telefone fixo, não vai conseguir falar conosco
(Caso não use o telefone fixo, não vai conseguir falar conosco)

Acheropito precisa trocar o air bag do carro, senão não terá segurança
(Acheropito precisa trocar o air bag do carro, caso contrário não terá segurança)

Portanto, veja que “se não” tem um aspecto mais condicional. Por isso, o “se” é separado do “não”. É uma condicional “negativa”. A positiva seria “se usar o telefone fixo, vai conseguir falar conosco“. Portanto, a condicional negativa é separado (se não usar o telefone fixo, não vai conseguir falar conosco). O uso do telefone é uma condição para que a comunicação possa se realizar (por isso chamamos de condição ou condicional).

Já o “senão” não apresenta uma condição, mas sim está mais ligado à ideia de consequência (faça isso, senão acontecerá aquilo). Portanto, temos:

Se não fizer isso, acontecerá aquilo (condicional) = acontecerá aquilo se não fizer isso.
Faça isso, senão acontecerá aquilo (consequência)

Leia mais postagens sobre gramática no blog do gramaticando:

Verbatin!

Imagens extraídas respectivamente de:
mais.uol.com.br
twittercomhumor.com

No Comments

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *