Cálculo Exato

10 dicas para se fazer compras online seguras

No Natal é o período do ano onde as compras crescem bastante e os cliente para sair do sufoco de lojas cheias, engarrafamento no trânsito e também pelas promoções optam pelas compras online, mas todo cuidado é pouco ao efetuar estas compras.

Antes, durante e depois das compras é necessário a adoção de alguns cuidados para evitar dores de cabeça, como: atraso na entrega, produto com defeito, dificuldade de contato com a empresa, cobrança indevida e mau atendimento no Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC). Se você vai se aventurar nas compras virtuais fique atento as seguintes dicas para fazer compras online seguras

compras online

1. Use antivírus

Instale ou atualizar seu antivírus. O uso de antivírus e firewall ajuda a bloquear o acesso a sites falsos criados para enganar o consumidor ou mesmo que tragam conteúdos maliciosos que possam instalar vírus em sua máquina.

2. Não utilize links em paginas de terceiros

Realize transações somente em sites de instituições que você considere confiáveis e procure sempre digitar em seu navegador o endereço desejado; não utilize links em páginas de terceiros ou recebidos por e-mail.

3. Pesquise as empresas

Ao escolher um site para suas compras verifique no site “registro.br” os dados da empresa como razão social, endereço, CNPJ.
Procure em redes sociais se há reclamações constantes sobre a empresa. Os sites do Procon e do ReclameAqui também são fontes confiáveis para verificar se o serviço tem algum registro de reclamações.

Confira também as condições de compras do site. Verificar os termos e as políticas de vendas dos sites é importante para saber mais como a empresa trabalha.

4. Falsas promoções

Promoções incríveis em sites suspeitos costumam “pipocar” nesta época do ano e é bom ficar atento: uma vez pego por esses truques, o usuário tem seus dados pessoais e bancários comprometidos, além de se tornar um transmissor de ameaças virtuais.
Sempre desconfie de preços muito abaixo da média de mercado, promoções convidativas ou promessas de prêmios.

5. Navegação segura

Ao acessar o site da loja virtual, verifique se o mesmo possui alguma certificação de segurança. Isso é possível por meio dos selos exibidos no site como do “Site Blindado”, “Verisign” e “Internet Segura”.

Evite também utilizar computador de lan-houses ou internet cafés, pois podem não ter os programas de segurança necessários para proteger seus dados. Quando estiver concluindo a compra e inserindo informações confidenciais, verifique se o endereço do site no navegador foi alterado para “HTTPS://www…” e se a imagem do cadeado também aparece ao lado da URL.

6. Não informe seus dados em “promoções”

Existem “promoções” na internet que pedem dados, como seu CPF, seu número de cartão de crédito ou seu número de celular. Fique atento: essas promoções são falsas e vão cobrar algo em seu cartão de crédito ou adicionar um serviço de SMS em seu celular.

7. Compras coletivas

Nestes sites as ofertas de produtos e serviços são apresentadas com valores mais baixos que no mercado e as compras só se validam após a aquisição de cupons por um determinado número de pessoas.

A orientação nestes casos é, antes de finalizar a intenção de compra do cupom, observar os prazos dados para utilização ou entrega do produto ou do serviço adquirido.

8. Garantias

Todo produto durável tem uma “garantia legal” de 90 dias, determinada pelo Código de Defesa do Consumidor. O fornecedor ainda pode dar outra garantia com o prazo e condições que ele determinar: essa seria uma “garantia contratual”.

Existe ainda, a “garantia estendida”, que serve como um seguro. O consumidor que receber esta oferta, deve se informar sobre suas vantagens e desvantagens antes de decidir se vai contratar ou não.

9. Entregas

A data e o período de entrega devem ser especificados. Quando uma empresa se propõe a entregar um produto na residência do cliente, ela é obrigada a fazê-lo dentro do prazo e turno agendado, a chamada Lei da Entrega.

Além disso, em muitos casos o preço exibido no anúncio do produto não contém o custo do envio do mesmo. Assim, antes de fechar o pedido, verifique o valor do frete e a política de troca e devolução dos produtos.

10. Direitos do consumidor

O consumidor também possui direito de arrependimento da compra e pode desistir do contrato, no prazo máximo de sete dias a contar de sua assinatura ou do ato do recebimento do produto ou serviço, sempre que a contratação destes ocorrer fora do estabelecimento comercial. Caso das compras online.

O consumidor deve formalizar o cancelamento, devolver o produto caso já tenha recebido e solicitar a devolução de qualquer quantia eventualmente paga. Caso o usuário queira exercer esse direito, o fornecedor não poder exigir que a embalagem não seja violada, como condição para aceitar a devolução, por exemplo.

A empresa é obrigada não só a aceitar o item de volta, como tem de devolver o valor pago pelo consumidor, incluindo o frete. Ambas as infrações estão sujeitas a penalidades, desde multa, a partir de R$ 212 até R$ 3,1 mil, podendo terminar até na suspensão do serviço.

Boas compras!

Fonte: Info Abril

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *