Cálculo Exato

1º de dezembro em Dia Mundial de Luta Contra a Aids

O POR QUE DO DIA 1º DE DEZEMBRO
O 1º. de dezembro se transformou em dia mundial de luta contra a Aids com o apoio da Organização das Nações Unidas – ONU – e a Assembléia Mundial de Saúde desde 1987, para reforçar a solidariedade, a tolerância e a compreensão em relação às pessoas infectadas pelo HIV.
As campanhas também visam diminuir o preconceito em relação aos portadores do HIV, explicando as maneiras de contágio.
A Organização Mundial da Saúde passou a escolher grupos sociais atingidos pela Aids e definir estratégias para uma campanha com o objetivo de sensibilizar a opinião pública. Desde 1988, esse dia vigora no Brasil.
Uma portaria foi assinada visando alertar a população contra os avanços da doença.

O VIRUS E A AIDS
O vírus HIV é o causador da Aids e foi descoberto em 1979, pelo Instituto Pasteur, na França. A sigla do vírus está em inglês e significa Vírus da Imunodeficiência Humana. A sigla Aids, em português, significa Síndrome da Imunodeficiência Humana.
O vírus da Aids atua como um parasita ao se instalar em um célula e age como um oportunista, baixando a imunidade das pessoas.Dessa maneira, os portadores podem facilmente ficar doentes, o organismo não consegue se defender sozinho. Assim, as pessoas não morrem de aids, mas sim de uma doença que aproveita a baixa do sistema imunológico.
No entanto, existem portadores do vírus HIV que não desenvolvem a Aids e sua imunidade permanece inalterada.
A transmissão do vírus não acontece pelo ar ou pelo toque, é necessário que haja condições específicas como relações sexuais sem camisinha, transfusão de sangue contaminado, uso de seringas já utilizadas etc.
Existem várias maneiras de tratar um paciente quando se detecta o vírus precocemente. Quanto mais cedo a pessoa infectada iniciar o tratamento médico, mais possibilidades de estabilizar a doença e, conseqüentemente, manter uma boa qualidade de vida.

EPIDEMIA ESTABILIZADA NO PAÍS
O investimento do Sistema Único de Saúde na prevenção e na ampliação da testagem e do acesso ao tratamento antirretroviral, além da capacitação dos profissionais de saúde, mantém sob controle a epidemia de aids no Brasil. De acordo com o Boletim Epidemiológico Aids/DST 2011 divulgado nesta segunda-feira (28) pelo Ministério da Saúde, a prevalência (estimativa de pessoas infectadas pelo HIV) da doença permanece estável em cerca de 0,6% da população, enquanto a incidência (novos casos notificados) teve leve redução de 18.8/100 mil habitantes em 2009 para 17,9/100 mil habitantes em 2010.

O POR QUE DO LAÇO VERMELHO
O laço vermelho foi escolhido como símbolo na luta contra a doença em 1991, em Nova York. Os autores inspiraram-se nas faixas amarelas que condecoravam os veteranos da Guerra do Golfo. A cor vermelha expressa uma relação com o sangue, o amor e a infecção pelo HIV. O símbolo foi criado como forma de homenagear os mortos pela doença e também para ajudar na conscientização sobre a seriedade da epidemia.

CAMPANHA 2011
A campanha do Dia Mundial deste ano, por meio do slogan “A aids não tem preconceito. Previna-se”, reforça a necessidade de se discutirem questões relacionadas à vulnerabilidade à aids entre jovens gays de 15 a 24 anos e entre pessoas vivendo com HIV/aids. Também busca uma sociedade mais solidária, sem preconceito e tolerante à diversidade sexual.

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *